A estrada é longa: entregue sempre o seu melhor

Outro dia, uma pessoa apontou que já havíamos trabalhado com alguém em comum, eu no passado, ele no presente. Confirmei e disse também que, infelizmente, nosso contato acabou sendo muito pequeno, a distância dos setores era grande e estávamos em andares bem diferentes. “Sim, ele comentou. E disse também que sempre admirou muito sua postura profissional”, contou. A satisfação ao ouvir isso foi muito grande. Como uma pessoa que talvez fosse apenas um ‘oi’ nos corredores consegue observar isso? Quando falo sobre dar cuidado à maneira como você se porta, não é apenas uma frase feita. É isso. Como as pessoas lembrarão de você em 6 meses, 1, 5, 10 anos?

Todo mundo conhece alguém que, mesmo sem muito contato, já sabe quem é difícil de lidar ou quem está sempre aberto a ajudar o outro. Esse tipo de informação corre rápido e nem é considerado “fofoca”, é uma consequência. Alguém que trata mal as pessoas ou apenas pensa em si mesmo dificilmente será visto pelo grupo como cordial e amistoso, sendo muitas vezes preteridos até em um simples convite para um café dentro da empresa, imagina para eventos fora do trabalho?

Como você é lembrado e o que faz para que isso seja sempre positivo?

É interessante encontrar pessoas após muito tempo sem contato e ter as mesmas impressões sobre elas, como são amigáveis, disponíveis e agradáveis. E como é estranho rever pessoas e entendê-las (novamente ou não) como arrogantes ou egoístas.

Aproveite para desenvolver sempre a sua melhor versão.

kindle unlimited 30 dias

Deixe uma resposta